Skip to content

O dilema da Lingerie

abril 1, 2010

Esses dias recebi um email com o relato sincero (e também hilário) sobre o estresse que envolve uma mulher apartir do momento que ela recebe um convite para jantar. Manicure, pedicure, depilação, malhação e até tratamento capilar são algumas das rotinas estressantes que se desenrolam com o convite. Além de “grilos” incontáveis e pensamentos absurdos que aparecem só para acabar com a auto estima. Afinal, que mulher nunca ficou insegura com relação ao que vestir antes de um encontro? É justamente nesse momento que surge o dilema da lingerie.

De acordo com a autora do email, lingerie bonita e ao mesmo tempo confortável não existe. Ela ainda afirma que calcinhas de algodão ou cor da pele é praticamente um método anticoncepcional. É verdade que grande parte dos homens acha lingerie cor da pele broxante. Mas elas não devem ser banidas do nosso guarda-roupa, afinal são práticas, fáceis de combinar e evitam transparências. Claro que elas não devem ser usadas se a ocasião for uma noite romântica, pois uma bela lingerie é essencial.

Agora não pense que lingerie bonita não pode ser confortável. Pode sim! Várias marcas de lingerie têm essa preocupação e investem em materiais de qualidade para garantir conforto a suas peças. Conjuntos em tule ou de seda, por exemplo, são confortáveis e extremamente sensuais. Além disso, já vi modelos em algodão ou poliamida (reis do conforto) tão estilosos que poderiam muito bem ser usados para uma noite especial.

 Todas nós temos peças infalíveis, capazes de nos fazer sentir poderosa, não é mesmo? Pode ser um conjunto novo de lingerie, uma camisola com decote nas costas ou então uma cinta-liga. São peças que levantam nossa auto-estima quase que instantaneamente. Na falta de uma inspiração é só recorrer a elas. Faça da lingerie a sua aliada e parceira de sedução.

Acima de tudo esteja de bem consigo mesma. Sua atitude fará toda a diferença. Então deixe as neuras de lado e só se preocupe em curtir a grande noite.

Coluna mensal escrita por Kellen Turci e publicada no portal feminino Clube da Calcinha 

Anúncios
13 Comentários leave one →
  1. abril 1, 2010 2:35 pm

    Adorei o texto, bem verdade mesmo!
    Ficamos loucas em situações assim, mas dá pra recorrer à peças confortáveis e bonitas sim…

    Beeijos

  2. abril 1, 2010 6:30 pm

    Eu recebi esse e-mail hilario também há um tempo e morri de rir porque nós homens não nos damos conta do mundo feminino e suas neuras ( até casarmos, lógico!! rsrsrsrs). Concordo plenamente com seus argumentos, é claro que vc está muito bem informada sobre o mercado a que se propoem falar… mas como homem, quem nem liga muito para a “cueca do dia” ( a gente pensa mais na camisinha…) pergunto cara kellen, a que devemos nos ater e nos preocupar… o que faz uma mulher se excitar ou broxar uma vez que não há a mesma variação em cuecas que em lingerie… as vezes vejo essas cuecas com transparencias e não consigo me imaginar nelas… (mesmo que vc me aconselhe, não sei se consigo)
    Um grande Abraço do seu habitual amigo de sempre

    • abril 5, 2010 7:42 pm

      Oi Ezio, eu sinceramente acho que a mulher se preocupa mais com o que está usando do que com relação a roupa íntima do parceiro. Acho que as cuecas modelo Boxer são sempre uma boa (e segura) escolha. Detalhes como transparência, aplicações e tudo mais são desnecessários. Até porque, nesse caso, menos é mais!

  3. abril 1, 2010 8:33 pm

    Isso me lembra Bridget Jones sabe? Na hora em que ela vai jantar com o Daniel e tem que escolher a lingerie, ela fica em dúvida entre uma lingerie sexy e uma gigante que tapava até a barriga hahaha.
    beijão

    • abril 2, 2010 5:40 pm

      É verdade Gabriela,
      Eu também lembrei disso!
      Até pesquisei uma foto da cena para ilustrar o blog, mas era tão pequinina que eu mudei de idéia, rs.
      Mas a cena era ótima não?!
      Beijos

  4. abril 1, 2010 11:16 pm

    Ahaaaam, muito verdade isso, sempre rola um stress pra escolher a lingerie! Mas, olha, concordo que tem várias que são lindas e confortáveis sim, adoro as da Valisére e da Fruit de La Passion! Amigaaa, passei pra dizer também que meu blog voltou, agora com endereço novo! Beijãooo!

    • abril 5, 2010 7:48 pm

      Verdade Bruna, essas marcas são ótimas!
      Bom saber que está de volta!! Vou conferir o novo blog.
      Beijos

  5. abril 2, 2010 2:39 am

    eu tambem recebiii e choreiiii de rir
    é mt estressante mesmoo
    mas concordo com vc…da para aliar beleza e conforto hoje em dia, com tanta tecnologia envolvida!
    hehehehhe
    beijooo

  6. abril 2, 2010 4:41 am

    Nossa.. acho que esse post cabe pra toda mulher… tudo é uma dor de cabeça… inclusive a lingerie, mas gostei dessa ideia de que existe sim coisas bonitas e confortáveis… e que a gente tem q sentir bem =D

    Beijinhos

  7. abril 3, 2010 12:15 am

    hahaha, lembra meeeeeeesmo bridget jones, mais o negócio é procurar bem né se não o jeito é passar desconforto! beijo

  8. abril 4, 2010 5:46 pm

    Nossa, é mesmo! Eu já recebi esse e-mail!!
    E acho que às vezes a gente pensa que só aquelas calcinhas mega minúsculas são sexy… e nem é verdade! Por exemplo, essa aí da foto do post, parece ser confortável, mas é cheias de transparências, é rendada… super sexy!

    Kellen, tô meio sumida aqui, mas adoro o SL! É blog de utilidade pública!

    Beijos

    • abril 5, 2010 12:53 pm

      É verdade Fê!
      Minha idéia é ajudar a acabar com esse “mito” de que só as calcinhas minúsculas são sexy, rs.
      Ah, fico feliz em saber sua opinião pelo blog. E é totalmente reciproco. Adoro a abordagem bem humorada do So Shopaholic! É visita obrigatória!!
      Beijos

  9. Ciça permalink
    julho 19, 2010 6:57 pm

    Kellen,

    Conheci seu blog hoje e estou adorando. Amo lingeries e também sou de Brasília. 🙂

    Acho muito difícil escolher a lingerie de um primeiro encontro. Não pode ser básica demais. Tem que ser linda, de bom gosto, vestir bem e harmonizar com a roupa que a gente escolhe. Aí já temos um problema… Às vezes a roupa briga com a lingerie que queremos usar, ou vice-versa.

    E eu acho também que não cabe uma lingerie muito sexy, ou muito sofisticada, ou muito ousada numa relação que se inicia. Porque fica muito óbvio para o pretendente que a gente estava pensando em sexo, o que – na minha opinião – compromete um pouco o mistério, o recatamento (ainda que fake) que deixa os homens um pouquinho mais interessados. Mas só nos primeiros encontros… depois vale tudo!

    Ah, eu também adoro um conjuntinho nude. Não resisto quando encontro um que foge do básico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: